jornal-campista-1-1536x688

Prefeitura de Campos faz campanha contra a violência sexual de crianças e adolescentes

O ponto alto da campanha acontece na quarta-feira com a realização do X Seminário, no Trianon, e as inscrições podem ser feitas até 0h desta segunda-feira

Foto: Ascom.

O som orquestrado por inúmeros apitos chamou a atenção de quem passou pelo Centro da cidade nesta segunda-feira (13), num clamor pelo combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. A ação, promovida pelo Programa FortaleSer, da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), deu início à Campanha Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que terá como ponto alto o X Seminário, cujo tema será “Garantir a proteção é urgente”. O seminário acontece nesta quarta-feira (15), no Teatro Trianon. As inscrições podem ser feitas até 0h desta segunda-feira. (Leia mais abaixo)

 

A ação no Centro contou com a participação dos adolescentes da Guarda Mirim, além de representantes do Programa FortaleSer/FMIJ; Centro de Doenças Infecto-Parasitárias (CDIP), da Secretaria de Saúde; Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) I, II, III; Conselhos Tutelares I, II, III, IV e V; Centro de Atendimento ao Adolescente e à Criança Vítima de Violência Sexual (CAAC), Programa Saúde na Escola (PSE) e outros segmentos da sociedade. (Leia mais abaixo)

 

Durante a caminhada, cartazes foram colados em comércios e panfletos distribuídos à população. O comerciante Carlos Leandro Gonçalo colou um dos cartazes em sua banca. “Em oito anos aqui, já vi algumas situações que me deixaram incomodado e, por isso, quanto mais divulgação a respeito desse absurdo melhor. A sociedade precisa se unir contra isso. Agora, quando perceber algo estranho, vou ligar para o disque 100”. (Leia mais abaixo)

 

Já na parte da tarde, as equipes distribuíram panfletos e fixaram cartazes nas proximidades do Hospital Geral de Guarus (HGG) e Shopping Plaza, em Guarus, com a participação de representantes do Creas I; Conselho Tutelar I e II; e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). Também houve panfletagem e fixação de cartazes na Avenida José Alves de Azevedo (Beira-Valão), nas proximidades do CDIP, na Conselheiro Otaviano, com as equipes do CDIP, do Conselho Tutelar III e do FortaleSer. (Leia mais abaixo)

 

A coordenadora do Programa FortaleSer, Valéria Peçanha, falou da importância da semana de conscientização. “Com a panfletagem, esperamos formar multiplicadores de informações, de como denunciar e dos canais de denúncia em casos suspeitos envolvendo crianças e adolescentes. É bom ressaltar que qualquer pessoa pode denunciar e o sigilo é garantido. Contamos com a participação de todos para que juntos possamos interromper esse ciclo de violência. Somos incansáveis nessa luta e convocamos toda a sociedade para estar conosco nessa missão”. (Leia mais abaixo)

 

O presidente da FMIJ, Diego Augusto Rodrigues disse que no dia 18, data alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes, instituída em memória da menina capixaba Araceli Cabrera Sánchez Crespo, assassinada em 1973, aos oito anos de idade, haverá uma panfletagem no posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR 101 (Campos/Rio).

Relacionados